Construção não é Arquitetura

Na introdução do livro “A história da Arquitetura”  o arquiteto britânico Jonathan Glancey escreve de uma maneira um tanto filosófica que existe uma diferença catastrófica entre as palavras construção e arquitetura. A priori isso não parece ter tanta importância principalmente para um leigo no assunto, todavia, quando raciocinamos de uma maneira mais filosófica este assunto atinge dimensões instigantes a qualquer ser humano.

Construir não é uma tarefa tão difícil. Se uma pessoa comum passar três anos em um canteiro de obras provavelmente será capaz de construir uma casa de duas águas e quatro cômodos – não que eu recomende a autoconstrução. Construir é tão simples que até os animais e os insetos fazem as suas moradas. Por exemplo:

Os cupins (foto 1) constroem ninhos altíssimos no sertão australiano.

depositphotos_19385171-stock-photo-termite-mound-in-the-australian
Foto 1. Cupim no norte da Austrália.

Os pássaros constroem ninhos refinadíssimos – alguns melhores do que certas construções contemporâneas – para se viver. A casa do João de Barro (foto 2) é o maior exemplo de uma dessas belezas encontradas na natureza, e vale destacar que é uma casa extremamente econômica em termos financeiros pois ele usa apenas um material para faze-la, o barro.

joc3a3o-de-barro-600x560
Foto 2. João de Barro e sua casa em meio a natureza.

Seria um grande erro se esquecer das abelhas e de suas belas colmeias cheias de geometria (foto 3), fora o fato que esses insetos tem um conhecimento sobre materiais leves que é insuperável por qualquer homem. O que eu quero dizer com tudo isso é que construir não é uma tarefa exclusiva de para experts no assunto. Qualquer pessoa é capaz de construir.

29062015-abelhas
Foto 3. Colmeia de abelhas e sua geometria.

Mas quando olhamos para a história da humanidade, por volta de 6000 a.C o homem desenvolveu o que veio a se chamar de arquitetura. Podemos definir a arquitetura como a ciência e a arte de se construir. Segundo Glancey, é o “momento em que o edifício é imbuído de uma magia sábia que o transforma de mero abrigo para uma obra de arte consciente de si”. O Stonehenge é uma obra de aproximadamente 3000 mil anos construída no Sul da Inglaterra. Seria essa obra uma mera construção ou uma arquitetura em toda a sua totalidade? Não há dúvidas de que ela é uma arquitetura. Isso se da pelo simples fato de que essas pedrinhas tem uma total consciência de si,  pois foram construídas por seres inteligentes com o proposito de ser um centro religioso e um lugar de observação astronômica.

Para se ter uma ideia da magnitude de como essa obra foi pensada vamos analisa-la do ponto de vista astronômico. O solstício de verão normalmente ocorre no dia 21 de junho no hemisfério norte e é um dos dias mais longos do ano. O Stonehenge (Foto 4) foi projetado de modo que o nascer do sol nesse dia (solstício de verão) esteja totalmente alinhado com esse monumento milenar. É uma obra que independentemente do tempo inda continua cumprindo com a função de seus founding fathers.

Solstício de verão leva centenas à Stonehenge
Foto 4. Pessoas celebrando o solstício de verão no Stonehenge.

Os insetos podem construir mas a estética sem dúvidas não é a primeira preocupação deles na hora de se projeta uma colmeia. Os pássaros podem construir seus belos ninhos mas não estão preocupados se a sua obra esta alinhada com o solstício de verão. No momento em que os insetos ou animais abandonam as suas construções essas serão destruídas pela ação natural do tempo porque no momento em que deixam de ser habitáveis na maioria das vezes perdem o seu sentido. Mas com o homem não é assim, como já dito ele desenvolveu a arquitetura e essa é uma coisa que independentemente do tempo sempre será um objeto artístico consciente de si, algo que só o homem é capaz de fazer e que muitas vezes nem o tempo é capaz de apagar.

_

Referências:
1. GLANCEY, Jonathan. 2003. The Story of Architecture. DK. London, UK.

_

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: